07 Novembro Atualizado em 11h50min

Polícia prende bando que vendia certificados falsos de Ensino Médio

Negociação era realizada através de um perfil “fake” no facebook.

 

Foto da notícia
Policiais encontraram dezenas de carimbos de várias escolas de ensino médio, bem como certificados e documentos falsos.
A Polícia Civil em Ji-Paraná com o apoio do Sevic de Cacoal, desmantelou uma quadrilha especializada em falsificação de certificados de conclusão do ensino médio. A negociação era realizada através de um perfil “fake” no facebook, porém a transação era finalizada pessoalmente, com o pagamento e a entrega do documento falso.
 
Segundo a Polícia, logo nas primeiras horas da manhã de quarta-feira, uma mulher, identificada como Aparecida Cirlene Amorim, foi presa na cidade de Cacoal no momento em que ela realizava a entrega de mais um certificado falso. Na ocasião, o filho de Aparecida conseguiu fugir.
 
Logo após a prisão, Aparecida Cirlene confessou como funcionava toda a rede de falsificação e delatou o endereço do seu comparsa, identificado como sendo Júlio Cesar Barros de Oliveira. Segundo declarações da própria Aparecida, Júlio Cesar era a pessoa responsável em fabricar todo o material falso.
 
Diante da situação, o Sevic de Ji-Paraná foi acionado e se deslocou até a casa do suspeito, localizada na Rua Abílio Freire, próximo a Escola Carmem Rocha. Dentro da casa, os policiais encontraram dezenas de carimbos de várias escolas de ensino médio, certificados falsos e documentos falsos. Também foram localizados pen drives contendo cópias de certificados falsos que já foram comercializados e uma agenda de possíveis compradores.
 
A Polícia ainda informou que cada certificado falso era negociado, em média, no valor de R$ 1 mil. As investigações também apontaram que vários jovens que estão estudando medicina na Bolívia e Paraguai compraram os certificados falsos. Muitos deles já foram identificados e tem idades entre 18 a 20 anos que não concluíram, sequer, o 1º ano do Ensino Médio.
Fonte: Rondônia Agora